• Infiniti Cidadania

10 vantagens da Cidadania Italiana

Atualizado: Abr 19

A grande verdade é que poderíamos passar horas a fio falando sobre as inúmeras vantagens em ter a cidadania italiana, pois ela pode sim te proporcionar benefícios e uma vida nova em qualquer território europeu!

Você passa a usufruir muito mais opções em relação a viagens, trabalho, estudo, qualidade de vida, lazer, investimentos... e assim segue lista de vantagens.

Imagine-se morando na Europa. Estudando, trabalhando e usufruindo de uma vida com mais qualidade e lazer. E mais! Conhecendo lugares novos sem ser barrado ou questionado.

Essa é uma realidade tangível e realizável para todos aqueles que possuem ascendentes italianos.

Saiba que a cidadania italiana é um direito se você possui laços sanguíneos com italianos, podendo ser filho, neto, bisneto ou trineto de pessoas nascidas em qualquer região da Itália.

Com a cidadania italiana você usufrui dos mesmos direitos dos nascidos no país.

O Processo de Cidadania Italiana é burocrático, exige comprovação familiar com o ascendente italiano, às vezes são necessárias retificações de nomes e ou datas, sendo necessária a busca minuciosa de documentos na Itália e no Brasil, mas as vantagens valem o esforço.

Portanto, se você ainda tem dúvidas, confira a lista que preparamos com as dez vantagens da Cidadania Italiana.

10 Vantagens da cidadania italiana


1. Ser um Cidadão Europeu


Um cidadão Europeu pode se beneficiar em residir, trabalhar e estudar se estiver em acordo com as políticas do país europeu. Isso significa que um cidadão brasileiro com dupla cidadania italiana pode estudar em instituições de ensino públicas, utilizar o sistema de saúde, residir e até concorrer a cargos públicos em toda região pertencente ao Acordo de Schengen.

Essa convenção foi realizada entre 30 países, sendo praticamente todos os pertencentes à União Europeia. Os únicos países que fazem parte da União Europeia e não estão no tratado são o Reino Unido e a Irlanda.

Atualmente uma das principais dificuldades para cidadãos não europeus é dificuldade em locação de residências e abertura de contas em bancos, justamente por não possuir comprovante de residência. Mas o cidadão europeu consegue alugar um imóvel ou comprar uma casa em qualquer país da União Europeia com mais simplicidade e menos burocracia.

Em viagens para fora desta região, o cidadão com dupla cidadania poderá fazer uso de toda a rede de suporte de Embaixadas e Autoridades Consulares italianas e pedir socorro em um país terceiro por meio de alguma representação consular italiana ou de outro Estado da União Europeia por força das relações diplomáticas do bloco europeu.

Mas, saiba que para tais direitos, o cidadão italiano também tem suas responsabilidades e deve exercer seu papel, participando de eleições, comunicando a alteração de endereço em caso de mudança (aire) e comunicando também alteração de estado cível e nascimento de filhos.


2. Um dos melhores passaportes do mundo

Acredite! Com o passaporte italiano você pode conhecer boa parte do planeta.

Com direito a estudo, lazer, residência e turismo em todos os países da Europa.

O passaporte italiano está na lista dos melhores passaportes do mundo. Isso porque ele dá direito a viajar por 155 países sem a obtenção de visto.

Mesmo assim, com este pequeno instrumento no bolso, é possível ter liberdade em solo europeu, respeitando as leis de cada país.

3. Residência Europeia

Imagine-se ter 32 opções de moradias.

Um cidadão europeu possui esse direito!

Um europeu pode ter sua morada em um dos 28 países da União Europeia ou dos 30 países do Acordo de Schengen, que inclui Islândia, Noruega e Suíça, Ao todo, você pode escolher entre 32 países, fora o Brasil e os países com ele acordados, para residir.

O grande benefício disso é não precisar de visto ou autorização para morar em outro lugar.

4. Estudar na Europa


Um dos pilares mais importantes na vida de um europeu é a educação. Esse é um valor primordial, e visto, como fundamental aos cidadãos de toda Europa.

O conhecimento une fronteiras, aprimora competências, desenvolvem novos líderes e principalmente possibilita a visão de novos horizontes.

Atualmente brasileiros que optam por estudar na Europa pagam caro por essa opção. O valor pago por um brasileiro geralmente é mais que o dobro se comparado a um cidadão Europeu.

Com a cidadania italiana é possível estudar em escolas públicas da região sem burocracia, diferentemente do que ocorre para cidadãos brasileiros.

Por esse motivo, a cidadania italiana é tão importante, entre crianças, jovens e adultos que pretendem estudar em uma universidade europeia, sendo possível conseguir bolsas de estudo disponibilizadas aos cidadãos italianos pelo Estado Italiano, por Organizações Internacionais ou por Fundações.


5. Trabalhe Europa


Entre todas as vantagens de uma dupla cidadania, talvez essa seja uma das mais importantes.

Seu leque de possibilidades aumenta de forma significava e avassaladora, sejamos realistas!

Imagine-se trabalhando numa multinacional no Brasil e ter a tranquilidade de se inscrever numa oportunidade na Europa, sabendo que não haverá nenhum entrave processual nesse tipo de ação.

Pois bem, ser cidadão europeu te proporciona essa tranquilidade e vantagem! Ou seja, além das vagas brasileiras, você também poderá se candidatar para vagas europeias e, assim, agregar mais valor ao seu currículo. O fato de ser um cidadão com dupla cidadania é um ponto de valorização em uma multinacional, por exemplo, afinal é mais fácil enviar alguém com passaporte europeu para uma viagem de negócios do que um brasileiro, que deverá preencher uma série de requisitos antes de embarcar.